Muitos dizem que o cão é o melhor amigo do homem. Porém, seriam bem mais precisos se dissessem que o cão é o melhor amigo da criança. Quando os nossos filhos ou netos nos pedem um cão, pensamos de imediato em todas as responsabilidades e custos que tal decisão implica, sem considerar a grande quantidade de efeitos positivos que essa escolha pode ter para os mais pequenos.





1. Crianças que convivem com cães adoecem menos


Os bebés que convivem com cães durante os seu primeiro ano de vida são menos propensos a contrair doenças respiratórias, em comparação com os que não têm cães em casa. Muitos especialistas acreditam que tal se deve a uma maior exposição a certos tipos de germes e bactérias que ajudam a fortalecer e melhorar a capacidade do sistema imunológico, prevenindo, assim, o surgimento de doenças.

2. Os cães estimulam a segurança das crianças na aprendizagem da leitura


As crianças que estão a aprender a ler costumam sentir-se constrangidas em ler à frente de outras pessoas. A presença de um cão ajuda a eliminar esses problemas de ansiedade, já que, neste caso, a criança acredita que está la ler para o seu animal de estimação. Esta sensação de segurança facilita e melhora o processo de aprendizagem.

3. As crianças que possuem cães são menos propensas a sofrer de alergias e asma


As crianças que crescem rodeadas de cães têm 50% menos propensão a desenvolver alergias e asma em comparação com as crianças que não convivem com estes animais. Tal fato também se deve ao fortalecimento do sistema imunológico causado pela presença do cão.

4. Crianças que convivem com cães têm coração mais saudável


A presença de um cão em casa tem sido associada com o melhor funcionamento do sistema cardiovascular. Isto ocorre porque os cães ajudam a reduzir o stress a pressão sanguínea e a frequência cardíaca.

5. Crianças com cães são mais ativas


Atualmente, é difícil conseguir que as crianças saiam de casa ou se entretenham com algo que não seja um computador ou um tablet. Os cães são uma excelente solução para estes casos, já que estimulam as crianças a brincar fora de casa, pois elas têm que levá-los a passear, jogar à bola e exercitando-se com eles. Isso resulta em crianças mais ativas física e socialmente.

6. Cães conseguem maravilhas com crianças autistas


Os níveis de hormonais ligados à ansiedade das crianças autista ficam consideravelmente reduzidos com a presença de um cão treinado para lidar com estas crianças. Especialistas em todo o mundo têm utilizado a "terapia animal" e, embora ainda haja muito a ser descoberto, os resultados já são bem animadores.

7. Animais de estimação fortalecem os laços entre irmãos

Ter um cão em casa é bem semelhante a ter outro filho. Isso pode ajudar a fortalecer os vínculos entre irmãos através do seu animal de estimação, diminuindo os ciúmes, inimizades e brigas e compartilhando responsabilidades e momentos de diversão.

8. Crianças que convivem com cães são menos propensas a desenvolver problemas de pele

As crianças que sofrem de algum tipo de alergia e convivem com cães durante sua infância são quatro vezes menos propensas a desenvolver eczemas. Isto ocorre porque o contacto com o animal desde pequenos torna-os mais resistentes a reações alérgicas.

9. Os cães estimulam a socialização das crianças

Crescer com um cão ajuda a criança a desenvolver habilidades sociais, adquirem senso de responsabilidade e melhorem a sua auto-estima. Além disso, a presença do animal estimula a expansão das relações sociais, cria novas amizades e ajuda em nos valores de compaixão, generosidade e paciência para com os outros.

10. Crianças que convivem com cães recebem dose extra de amor
Os cães ficam contentes ao ver a criança chegar e darão a ela seu amor de forma incondicional. Isto faz com que eles sejam companheiros ideais para as aventuras e também seus melhores amigos.

11. Crianças com cães aprendem a ser responsáveis

Ter um animal de estimação é um compromisso diário que implica certos cuidados e atenções especiais. Por esse motivo, é uma excelente forma de ensinar o valor da responsabilidade aos filhos. Para isso, recomenda-se designar à criança algumas tarefas simples, como alimentar o cão e levá-lo a passear, de maneira a incutir pouco a pouco o senso de responsabilidade.

12. Crianças com cães desenvolvem mais a afetividade e compaixão


Ao conviver com um cão, a criança aprende a amar e respeitar seu amigo de quatro patas como se fosse um membro da família. Este sentimento de amor vem acompanhado de valores como respeito, generosidade, compaixão, tolerância e consideração. Logo a criança irá transferir esses valores para as suas relações familiares e para o seu círculo social.